Tel.: (85) 3013-8372

Cirurgias Plásticas em Fortaleza, Natal e São Luís Tel.: (85) 3013-8372

SIGA E FIQUE INFORMADO

  
  
  

Implante Capilar e seus Benefícios

Transplante-Capilar-Preços-Procedimento-2-600x399

A queda de cabelo é ocasionada pela combinação de envelhecimento, alteração hormonal, stress intenso e histórico familiar de calvície. Essa queda gradual de cabelo afeta a auto-estima e requer cuidados especiais. Para tratar desse problema, realizamos o Implante Capilar.

O procedimento cirúrgico consiste na retirada de uma região do couro cabeludo, tida como doadora, geralmente localizada na parte posterior e lateral da cabeça, que será implantada fio a fio para a região atingida pela calvície, conhecida como região receptora. A técnica utiliza os bulbos capilares do próprio paciente, proporcionando um resultado mais satisfatório e natural. Além dos bulbos capilares, o Transplante Capilar, como o método também é conhecido, pode ser efetuado com um material produzido artificialmente – a prótese capilar – para ser enxertado na parte afetada pela calvície, passando a integrá-la.

1. ASPECTO NATURAL

Com as técnicas modernas disponíveis atualmente, as chances de sucesso – os fios crescerem na área afetada e a aparência ficar natural – chegam a 95%. Como o Transplante Capilar é feito do próprio bulbo capilar do paciente (diferentemente da prótese capilar), o resultado é natural e duradouro, dando fim a calvície. Pessoas que irão se submeter à esse tipo de cirurgia devem ter crescimento capilar saudável na parte de trás e nas laterais da cabeça para servirem como áreas doadoras.

2. RAPIDEZ DO IMPLANTE CAPILAR

Cada sessão implanta até 5 mil unidades foliculares – um folículo reúne de um a quatro fios – e o procedimento dura de 5 a 10 horas. É bom frisar que a cirurgia deve ser realizada em local seguro e confortável para o médico e o paciente, em centro cirúrgico autorizado pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para atender a qualquer intercorrência. Raramente o procedimento requer internação hospitalar.

3. CICATRIZ IMPERCEPTÍVEL

À medida que ocorre a cicatrização, o local da cirurgia fica camuflado – ou pelo menos obscurecida pelo cabelo, que cresce à beira da incisão. Nos últimos anos foram feitos avanços significativos nas técnicas de retalho, combinando a cirurgia de retalho e a de redução de couro cabeludo para uma melhor cobertura da coroa, parte frontal e, consequentemente, resultar numa linha mais natural do cabelo.

4. RESULTADO RÁPIDO

A cirurgia é feita com anestesia local, independente da técnica utilizada, proporcionando conforto e relaxamento ao paciente no momento da cirurgia. Você pode lavar cuidadosamente o cabelo após 2 dias. Os pontos serão removidos em uma semana a 10 dias. Nesse período é importante evitar atividades físicas intensas, pois podem causar inchaço e sangramento. Geralmente você pode se sentir bem o suficiente para voltar ao trabalho e às atividades normais de leve intensidade após alguns dias. Os resultados começam a aparecer em seis meses.

5. PREENCHIMENTO COMPLETO DA ÁREA DO TRANSPLANTE

A área a ser transplantada é definida junto ao paciente antes da cirurgia. Após essa definição, os folículos são removidos das áreas doadoras e direcionados a região a ser coberta, completando todo espaço tomado pela calvície, proporcionando uma cobertura excelente.

6. RESISTÊNCIA À QUEDA

Muitos pacientes que foram transplantados ficam chateados ao saber que o cabelo “novo” cai dentro de seis semanas após a cirurgia. Lembre-se de que esta condição é normal e, quase sempre, temporária. Após a queda de cabelo, serão necessárias mais cinco ou seis semanas até que o cabelo volte a crescer. Como o Implante Capilar é realizado pelo bulbo capilar, o cabelo volta a crescer naturalmente como os outros cabelos já existentes na cabeça.

ANTES E DEPOIS DO TRANSPLANTE CAPILAR

Entre as recomendações antes do procedimento, estão tratar bem o couro cabeludo, que precisa ficar livre de caspa e inflamações. Após o procedimento, o paciente requer um acompanhamento periódico junto ao médico para realizar as devidas avaliações pós-cirúrgicas.Mas é importante lembrar: quem recorre à essa cirurgia deve continuar o tratamento para evitar a queda na parte saudável.

Fonte:blog

 

 

er1

 

selo

 

localização

canal4

fanpage

 

medico-consulta-com-br